Quem é Satoshi Nakamoto e porque ele nunca revelou sua verdadeira identidade

Quem é Satoshi Nakamoto

Na aula sobre invenção do Bitcoin do curso Direito das Criptomoedas, nós vimos que uma pessoa chamada Satoshi Nakamoto resolveu em um paper de poucas páginas os principais desafios para a criação de uma criptomoeda.

A questão é que Satoshi Nakamoto é um pseudônimo e sua verdadeira identidade jamais foi revelada.

Depois de enviar o seu artigo para a lista de discussão The Cryptography Mailing List, em outubro de 2008, Nakamoto continuou ativo no desenvolvimento da criptomoeda. Foi ele, por exemplo, quem fez o primeiro registro no blockchain da rede Bitcoin em janeiro de 2009.

No ano seguinte, entretanto, Nakamoto começou a desaparecer da rede. Em 2010, entregou o controle do repositório de código fonte do software para o programador Gavin Andresen. Na mesma época, passou o controle do domínio bitcoin.org para outros programadores que estavam envolvidos na criação da criptomoeda.

Depois disso, simplesmente sumiu do mapa.

Por que Satoshi Nakamoto nunca revelou sua verdadeira identidade

Embora não se possa afirmar com certeza – afinal ele mesmo nunca deixou isso claro – provavelmente Satoshi Nakamoto nunca revelou sua identidade para não ferir os princípios de descentralização que estão na origem do próprio Bitcoin.

Se você acompanhou com atenção as primeiras aulas do curso, viu que um dos desafios para se criar uma moeda digital livre, sem fronteiras e baseada em código aberto é fazer tudo isso sem ter um órgão central controlador.

Ora, se Satoshi Nakamoto revelasse sua identidade ou continuasse ativo no desenvolvimento do Bitcoin, sua voz naturalmente teria uma prevalência sobre os demais membros da comunidade. Isso quebraria o espírito de uma rede peer-to-peer na qual todos os nós têm, em tese, o mesmo valor.

Não se sabe, inclusive, se Satoshi Nakamoto é apenas uma pessoa ou se foi o pseudônimo escolhido por um grupo de pessoas para criar o Bitcoin.

O que se sabe é que essa ou essas pessoas devem estar bastante ricas. Especula-se que Nakamoto pode ter a propriedade de cerca de um milhão de Bitcoins, o que em valores de fevereiro de 2021 equivaleria a mais de 54.771.500.000,00 dólares.

Pistas sobre a verdadeira identidade de Satoshi Nakamoto

O mistério em torno da verdadeira identidade do criador da primeira criptomoeda funcional atiça a curiosidade de todos que se envolvem com a comunidade do Bitcoin.

Há especulações de que o criador não seja realmente japonês. A forma como escreveu o artigo de 2008 e outros emails sugere que seja britânico, ou que ao menos tenha aprendido inglês britânico.

O horário de suas postagens na lista de discussão, no entanto, indicam que Nakamoto as enviou de um local que fica na Zona de Tempo Oriental da América do Norte ou até mesmo em partes da América Central e América do Sul.

Com essas pistas, vários nomes de desenvolvedores que participaram do início do desenvolvimento do Bitcoin já foram apontados como sendo Satoshi Nakamoto. Todos eles negaram, exceto um: Craig Wright.

Craig Wright alega ser Satoshi Nakamoto

Em dezembro de 2015, a revista Wired noticiou que o cientista da computação australiano Craig Wright seria Satoshi Nakamoto. Alguns meses depois, ele confirmou a história e desde então reivindica para si a identidade de criador do Bitcoin.

A história não convenceu a maioria dos membros da comunidade Bitcoin, que chegaram a alegar que o próprio Wright havia levantado a suspeita.

A partir de 2019, Wright começou a processar quem o chamava de fraude. Neste mesmo ano, ele procurou registrar nos Estados Unidos a autoria do paper de 2008 que deu origem ao Bitcoin e também do código fonte da versão 0.1 do software.

As alegações nunca foram 100% comprovadas e a verdadeira identidade de Satoshi Nakamoto continua um mistério.

Com essa curiosidade histórica, encerramos o módulo dois do curso Direito das Criptomoedas.

Até aqui vimos a história do dinheiro e as origens das criptomoedas. A partir do terceiro módulo, vamos mergulhar um pouco mais na parte legal do assunto, definindo a natureza jurídica das criptomoedas no âmbito do sistema monetário brasileiro. Espero você lá!

Escrito por
Walmar Andrade
Unsupported get request.
Walmar Andrade